Santiago vence a “Copa do Mundo” de mapas de metrô

485

A Copa do Mundo me mapas de metrô, organizada pelo site Transit Maps e disputada ao longo de um mês, teve uma vencedora: Santiago. A final foi na quarta-feira, (2), em que a capital do Chile venceu Moscou com 72% de preferência. Londres ficou em terceiro lugar. Já São Paulo ganhou de Washington na primeira fase, mas em seguida perdeu para Seul.

“Sem dúvida, essa vitória foi criada por uma forte ação de mídias sociais que mobilizou um grande número de pessoas a votar pelo seu mapa. O ministro chileno de Transportes se envolveu, e inclusive o prefeito de Santiago tuitou sobre isso”, escreveu Cameron Booth, designer australiano que mantém o site Transit Maps.

Apesar do sucesso da ação, para ele, o mapa de Santiago é melhor que a média, mas não está na elite da cartografia global. “O de Moscou está acima de todos. Foi testado e aprimorado ao longo de anos, é complexo mas limpo e adaptado para durar ao menos pelas próximas décadas”.

Comparando com São Paulo

O metrô de Santiago possui a mesma idade que o paulistano, 50 anos. No entanto, atualmente, a capital paulista tem 81 km de rede de metrô, em seis linhas (uma de monotrilho), enquanto a capital chilena já atingiu os 118 km no ano passado e planeja chegar aos 174 km até 2025. Diferença considerável. Além disso, o metrô chileno tem uma meta de passar a ser alimentado com 60% da energia vinda de fontes como o sol e o vento até o fim de 2018.

O duelo de mapas criado pela Transit Maps contou com a participação 32 cidades do mundo. Entre elas, Berlin, Barcelona, Boston e Budapeste. As votações foram feitas diariamente via Twitter até se ter a campeã. De acordo com Cameron, haverá uma próxima edição: “quem sabe em 2020”.

Confira a lista dos mapas que estiveram na disputa, imagens compiladas pelo Transit Maps.

 

Fonte Outra Cidade

COMPARTILHAR