Diretoria Executiva

Presidente
Paulo Ferreira

Engenheiro Civil pela Escola de Engenharia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, mestre e doutor pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (EPUSP). Engenheiro de Planejamento, coordenador de Projetos, superintendente de Projetos, diretor Técnico e de Meio Ambiente da Sabesp; diretor de Controle de Poluição da Cetesb; professor adjunto da E.E. Mackenzie. É conselheiro Consultivo e já foi vice-presidente de Atividades Técnicas do Instituto de Engenharia, secretário adjunto de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, secretário Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades, diretor Administrativo e Financeiro da Telebras do Ministério das Comunicações.

Vice-presidente de Administração e Finanças
Marcos Moliterno

Engenheiro Civil, mestre em Tecnologia Ambiental, com especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho e em Gestão Ambiental e Negócios no Setor Energético. Sua atividade profissional é desenvolvida como perito judicial para questões de Engenharia Civil (avaliação patrimonial, regularização de terras e danos em construções), de Segurança do Trabalho e de Engenharia Ambiental (áreas contaminadas, licenças, EIA, RAP e RiVi) e como sócio da M.moliterno Engenharia Civil e Ambiental, em que aplica sua expertise como consultor de empresas, inclusive de seguros (riscos industriais e de engenharia). Ocupou os cargos de vice-presidente de Assuntos Internos e de Relações Externas no Instituto de Engenharia e representa a instituição no Conselho Superior de Meio Ambiente da Fiesp – COSEMA, no Conselho Municipal de Meio Ambiente e de Desenvolvimento Sustentável de São Paulo – CADES, no Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Arqueológico do Estado – CONDEPHAAT, como também em diversos comitês da ABNT.

Vice-presidente de Atividades Técnicas
Ivan Metran Whately

No Instituto de Engenharia há 40 anos, atuou como 1º Secretário da Diretoria Executiva nos últimos quatro anos. Há seis anos é diretor do Departamento de Mobilidade e Logística e atuou por cinco anos como coordenador da Divisão Técnica de Transportes Metropolitanos. Por dois períodos de quatro anos fez parte do Conselho Deliberativo, e atua no Conselho Consultivo. Participa do Conselho Editorial e de Pauta da Revista Engenharia. Sempre desenvolveu atividades voluntárias, e como confrade, participa das degustações da SocIEtà – grupo de associados amigos do vinho no Instituto de Engenharia. Formado em Engenharia Civil pela FAAP, em 1974; Arquitetura pela universidade Presbiteriana Mackenzie, em 1967; com cursos de extensão e estágios profissionais no Brasil e na França, nas especializações de Engenharia de Tráfego e Transporte e Planejamento de Transporte. Atuou em empresas privadas e públicas. Atualmente é consultor de Planejamento de Transporte, já foi foi assessor da Diretoria do Metrô-SP (2013-2019), foi assessor Especial do SMT (2010-2013), foi gerente de Projetos e Obras da EMTU (2007-2013), foi superintendente do DAEE (1995-1997) e foi diretor de Projetos e diretor-presidente da CPOS (1997-2005). Foi Presidente da Comissão Pró-Centro e diretor do DTP da PMSP. Além disso, foi consultor da OEA no Uruguai; diretor de Projetos de Engenharia do FUNDUSP; dirigente da Assessoria Técnica da Secretaria dos Negócios Metropolitanos; assessor Técnico da Secretaria de Estado dos Transportes, diretor do Departamento de Projetos da SEEBLA – Serviços de Engenharia, onde coordenou projetos em cidades brasileiras, Chile, Venezuela e Colômbia.

Vice-presidente de Relações Externas
Ricardo Kenzo Motomatsu

Engenheiro Civil (Unicamp), pós-graduação em Transportes (USP), especialista em Análise de Sistemas (Mackenzie) e MBA (Instituto Mauá de Tecnologia/Columbia University). Experiência em empresas de telecomunicação, transportes, saneamento, indústria e logística. Atua junto a instituições públicas e privadas de médio e grande porte, nacionais e internacionais. Líder de equipes técnicas de informática, técnico/comerciais, consultor em pacotes de soluções integradas, novos negócios em tecnologia e soluções aplicadas à Engenharia. Experiências no segmento governamental nas autarquias municipal, estadual e federal e docente universitário de graduação e pós-graduação. Integrante de comissões técnicas na FIESP (diretor DEINFRA e conselheiro CONIC), ABIMAQ (integrante CSPEP), SAE (CT VHE), conselheiro no Instituto de Engenharia e em equipes de estudos de mercado no segmento privado e estatal. Colaborador como executivo de negócios e produção em empresas como Siemens, Atech, Motorola, Sabesp, FDE – SEESP, Planservi, Coplaenge, CL Consultores, Sondotécnica, Centro Universitário FEI, FIA, EPUSP e outras.

Vice-presidente de Assuntos Internos e Associativos
Flávia Bartkevicius Cruz

Engenheira Eletricista-Eletrônica pela Escola de Engenharia Mauá, possui Especialização em Engenharia Ferroviária e Metroferroviária pela mesma escola. Atualmente cursando Empreendedorismo e Inovação nas Engenharias (parceria UNESP/CREA/UNIVES). Atua como consultora na parte de infraestrutura de telecom. Foi diretora de Filiação da Associação de Ex-Alunos do Instituto Mauá de Tecnologia no período de 2017-2019, tendo sido responsável, no ano de 2018, por coordenar as avaliações do Prêmio AEXAM-Eureka, parceria com empresas para premiarem os melhores trabalhos de graduação e permitir uma aproximação formandos/empresas. Nos últimos anos representou o Instituto de Engenharia na colação de grau dos alunos do Instituto Mauá de Tecnologia na outorga do Prêmio Melhores Alunos. Atua no IE desde 2015 como Coordenadora da Divisão Técnica de Telecomunicações, tendo sido a responsável pela realização de três Seminários referentes à Internet das Coisas nos anos de 2016 (A Revolução das Coisas), 2017 (Indústria 4.0) e 2018 (Agricultura 4.0). Além de palestras sobre Inteligência Artificial e Eletrônica. Foi a responsável pela criação do Grupo de Mulheres do IE (COMET – Comitê para Valorização das Mulheres na Engenharia e Tecnologia), grupo que tem atraído mais associadas para o Instituto e responsável pela realização nos anos de 2019 e 2020 do evento “Passado, Presente e Futuro da Engenharia”, além da participação em Semanas de Engenharia das Escolas de Engenharia apresentando o Instituto e da participação na Jornada de Engenharia, Carreiras e Profissões com foco na atração de mais jovens e mulheres para o IE.

Primeiro Diretor-Financeiro
Rui Arruda Camargo

Engenheiro Eletrônico (Mackenzie), com pós-graduação em Administração de Empresas (FGV). Destacam-se em sua experiência profissional atuações na Eletropaulo, no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, em Brasília, na Companhia do Metrô de São Paulo e na CPOS – Companhia Paulista de Obras e Serviços – além de, na iniciativa privada, atuar na Orbiteng – Instalações Elétricas – como sócio – Responsável Técnico. Exerceu a presidência da Junta de Revisão de Litígios dos três contratos da construção da Linha Amarela do Metrô, financiados pelo Banco Mundial. Possui certificação para atuação em Dispute Boards pela The Dispute Resolution Board Foundation, com sede em Seatle, EUA. Foi designado como Perito no Processo A-320 da Câmara de Arbitragem da FIESP e Perito Auxiliar no Processo de Reforma do Hospital Emílio Ribas. Atualmente, como consultor independente, é perito em contratos de obras de infraestrutura. No Instituto de Engenharia, atuou em diversas áreas do Colegiado Técnico, da Diretoria Executiva e, do Conselho Fiscal, como presidente. Exerce, ainda, os cargos Diretor Responsável pela Revista Engenharia, Membro do Conselho Consultivo, diretor–Financeiro da Câmara de Mediação e Arbitragem e está finalizando seu mandato no Conselho Deliberativo.

Segundo Diretor-Financeiro
Roberto Bartolomeu Berkes

Formado em Engenharia Elétrica pela Escola de Engenharia Mauá e em Administração de Empresas pela FGV. Agraciado pelo Prêmio Barão de Mauá, por destaque profissional pela AEXAM. Já foi vice-presidente de Assuntos Internos, conselheiro Deliberativo e é conselheiro Consultivo do Instituto de Engenharia. Conselho Diretor do IMT- Instituto Mauá de Tecnologia, Mediador e Árbitro da CMA-IE, Editorial da Revista Engenharia, Coordenador Grupo Trabalho Trólebus / Ebus América Latina UITP. Coordenador projetos / obras / planejamento maiores empresas privadas e área publica: CPOS, ARTESP e atual EMTU: Gerência Projetos / Obras, resp. técnico expansão sistema Trólebus no Corredor ABD, Auditoria, Conformidade e Integridade, elabora e analisa pareceres / auditoria contratos engenharia, Matrizes Risco Corporativa. “Seminário Internacional de Trólebus / Elétrico” -“Corredores de Ônibus para as Cidades do Futuro” no IE, Conferência Internacional Trólebus / Elétrico Leipzig (Alemanha), Moscou (Rússia), “Eletrificação / repotencialização do Corredor de ônibus no ABD”. Coordenou Santiago – Chile “ Implantação do Corredor de Ônibus elétrico Av. Grécia”. Coordenou trabalho: “Recomendações Políticas Publicas de Sistemas de Ônibus Elétricos” publicado UITP em 4 (quatro) idiomas. Artigos: Revista Digital Auto Bus “ Estratégias da evolução da frota de ônibus elétricos no mundo” e “ O Trólebus continua vivo e dinâmico”. Professor Curso Marketing / Comercial para Empresas de Construção CIAMEC 2020 e atualmente curso : Planejamento redes ônibus elétricos em cidades pela UITP.

Primeiro Diretor-Secretário
Jerônimo Cabral Pereira Fagundes Neto

Engenheiro Civil (Escola de Engenharia de Lins) e Administrador de Empresas (Mackenzie). Pós-graduado em Avaliações e Perícias de Engenharia (FAAP); Mestre em Habitação na área Tecnologia das Edificações (IPT); Perito Judicial na região Metropolitana de São Paulo e assistente Técnico no Sul-Sudeste; membro do corpo docente dos cursos de pós-graduação em Perícias de Engenharia e Avaliações e Engenharia Diagnóstica em Edificações em convênios diversos: com a FAAP, UNIP, UNISANTA, Estácio de Sá; professor convidado do curso Gerenciamento de Ativos Imobiliários Corporativos FDTE/ CoreNet; Autor e coautor de livros e artigos técnicos além de palestrante e ministrador de cursos, treinamento nos temas: Perícias em Revestimentos; Perícias em Edificações; Inspeção e Manutenção Predial; Engenharia Diagnóstica em Edificações; Norma de Desempenho em edificações; representante do Instituto de Engenharia na ABNT, na elaboração da Norma de Desempenho de Edificações – edição 2013; secretário da Comissão de normas da ABNT- CB2 para revisão das normas: NBR 14037 – Diretrizes para Elaboração de Manuais de Uso, Operação e Manutenção das Edificações e NBR 5674 – Manutenção das Edificações, como representante do IBAPE; secretário da NBR 16.280 – versão 2014 – Reforma em edificações – Sistema de gestão de reformas como representante do Instituto de Engenharia; Medalha Hélio de Caires: melhor trabalho de Perícias do XIV COBREAP – Salvador – BA – 2007 “Perícias em Fach adas de Edificações – Pintura”; Menção Honrosa pelo trabalho “A Engenharia Diagnóstica como instrumento de valorização profissional e da qualidade nas edificações” (Instituto de Engenharia – 2011); atual vice-presidente de Atividades Técnicas do Instituto de Engenharia e diretor da J. Cabral Perícias de Engenharia e Avaliações.

Segundo Diretor-Secretário
Felipe Geribello Ferreira Cabral

Engenheiro Civil formado pelo Instituto Mauá de Tecnologia em 2018, pós-graduado em Gerenciamento de Projetos pela FGV e atualmente cursando pós-graduação em Neurociência e Comportamento pela PUC-RS. Trabalha na Geribello Engenharia Ltda., empresa de gerenciamento, fiscalização e supervisão de obras, já tendo atuado no departamento de planejamento e como engenheiro fiscal em contratos de habitação popular (CDHU). Atualmente trabalha no Departamento de Qualidade e Desenvolvimento da empresa, sendo responsável pela busca de inovações. É vice-coordenador da Divisão Técnica de Engenharia Sanitária e Recursos Hídricos e Biotecnologia, desde 2019.