Cadeia do plástico prevê falta de insumo

Parte da indústria de base, a petroquímica nacional -setor que fatura US$ 55 bilhões por ano- prevê uma crise de abastecimento de matérias-primas e insumos nos próximos anos. 

Relatório com balanço de oferta e demanda dos principais insumos da cadeia do plástico mostra que o déficit começa em 2010 e deve se agravar nos anos subseqüentes. 

Em dois anos, revela o relatório, a produção de eteno (principal insumo do setor, obtido do gás natural ou da nafta, um derivado do petróleo) já será menor do que a demanda para mercado interno e exportação. Pelo relatório elaborado pela Comissão de Economia da Abiquim, a produção de eteno nas quatro centrais petroquímicas do país já será 200 mil toneladas menor do que a demanda, estimada em 3,91 milhões de toneladas.

Autor: Folha de São Paulo

COMPARTILHAR