Não deixe que as videochamadas drenem sua energia!

Por Luiz Fernando Portella*

Vamos ser sinceros, as videochamadas são cansativas. Mas há algumas coisas que você pode fazer para economizar seu tempo e energia. Comece evitando multitarefas. Pode ser tentador realizar outro trabalho enquanto você ouve, mas alternar entre tarefas pode custar até 40% de sua produtividade.

Em seguida, reduza as distrações. Feche as guias do navegador, guarde o telefone e fique presente. Você pode fazer pausas curtas durante chamadas mais longas, minimizando o vídeo ou apenas olhando para longe do seu computador de vez em quando. Você também pode dar um passo atrás e se perguntar se precisa de uma reunião em vídeo. Verifique sua agenda para ver se há alguma conversa que você possa ter pelo Teams, Slack, Flock ou por e-mail.

E, finalmente, não se sinta obrigado a transformar todas as conversas em videochamadas. Especialmente quando você está conversando com pessoas de fora da sua organização, uma ligação telefônica provavelmente está bem. Seguir essas etapas pode parecer difícil no começo, mas elas ajudarão a evitar que você se sinta esgotado no final de outro dia de trabalho.

Nota adaptada por HBR do: How to Combat Zoom Fatigue, de Liz Fosslien e Mollie West Duffy

_______________

Luiz Fernando Portella* é CCO da Calypso Networks Association, CEO da NBO Participações e Serviços e conselheiro do Instituto de Engenharia, onde também responsável pelo projeto Mentoria a serviço da Engenharia.

*Os artigos publicados com assinatura, não traduzem necessariamente a opinião do Instituto de Engenharia. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate dos problemas brasileiros e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo

COMPARTILHAR