A Mobilidade Urbana depois da crise

 

A palestra A Mobilidade Urbana depois da crise faz parte da Série Webinar: Brasil pós-crise, uma realização do Instituto de Engenharia.

Assista à gravação do evento:

 

 

Palestrante:

Arq. Maria da Penha Pereira Nobre

Formada em Arquitetura e Urbanismo; especialista em Trânsito, Mobilidade e Segurança; psicopedagoga Clínica e Institucional. Com experiência de 25 anos na Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e no Departamento de Operação do Sistema Viário (DSV). Integrante da Comissão do Ministério da Justiça que elaborou o Projeto de Lei do Código de Trânsito Brasileiro. Especialista em transportes e trânsito na França. Consultora no Ministério de Transportes da Venezuela, do Ministério de Transportes do México, do Departamento Nacional de Trânsito – Denatran, do Programa Monumenta/BID/Unesco do Ministério da Cultura e da Secretaria de Desenvolvimento Urbano da Presidência da República – SEDU. Presidente da Comissão de Trânsito da Associação Nacional de Transportes Públicos – ANTP e conselheira do Conselho Estadual de Trânsito – CETRAN de São Paulo representando o Instituto de Engenharia e a sociedade civil. Coordenadora em Fóruns Consultivos do Denatran como convidada. Ministrou e coordenou 92 cursos dentro do “Programa Nacional de Capacitação das Cidades” do Denatran/Ministério das Cidades em todo território nacional.

Atualmente é coordenadora da Divisão de Trânsito do Instituto de Engenharia, conselheira do Conselho Estadual para a Diminuição de Acidentes de Trânsito e Transportes – CEDATT do Estado de São Paulo, sócia diretora do Instituto Mobilidade e Educação PLANO – IMEP/PLANOTRAN, antiga Plano Consultoria, ministra cursos de temas relacionados a trânsito, já capacitado mais de dez mil profissionais entre engenheiros, arquitetos, pedagogos, psicólogos, administradores, advogados, agentes de trânsito, técnicos em geral do Brasil e do exterior. Coordenadora técnica de cursos de pós-graduação MBA do Instituto de Mobilidade e Educação em Trânsito (Imep), tendo coordenado nos últimos oito anos, seis cursos para alunos vindos de várias regiões do Brasil.

COMPARTILHAR