Fim do pregão eletrônico: pela valorização da técnica, da segurança, do meio ambiente e, principalmente, das vidas humanas

O Instituto de Engenharia sempre manifestou ser contrário às concorrências com leilão reverso e com o Regime Diferenciado de Contratações (RDC), que visam acelerar as licitações e contratos administrativos, porém sem nenhuma garantia que vencerá aquela com a melhor solução técnica, já que o menor preço sempre prevalecerá.

Reforçamos que a Engenharia está sendo prejudicada pela cultura da contratação de obra pelo menor preço sem se preocupar com a técnica, com a segurança, com o meio ambiente e com as vidas humanas.

O Instituto de Engenharia luta para impedir definitivamente esse tipo de contratação, tanto para projetos, quanto para serviços de Engenharia.

O que vale é o menor preço no fim da obra e não na hora da contratação.

COMPARTILHAR