Brumadinho: tragédia técnica e moral

356

Conforme manifestado durante a reunião da 1ª Plenária do Ano do Crea-SP, em 31 de janeiro, o Instituto de Engenharia reforça sua indignação com a conduta do Crea-SP com a anuência e pré-julgamento na ocasião da prisão dos engenheiros que cumpriam contrato de vistoria técnica na barragem de rejeito de Brumadinho.

É preciso tempo para analisar os fatos antes de qualquer conclusão. Atitudes como esta apenas depreciam a gravidade do momento e criam obstáculos para a apuração e o encaminhamento técnico, legal e rigoroso, como requer o caso.

COMPARTILHAR