Saiba mais sobre contenção de taludes

O desmoronamento de encostas é uma realidade do nosso País, que tem regiões com terrenos muito acidentados e propícios a calamidades em algumas épocas do ano.
As rodovias e os túneis não escapam de acontecimento assim, principalmente pela falta da estrutura de apoio, como os taludes.

Talude é um plano inclinado (declive, rampa) que delimita uma superfície terrosa ou rochosa. De forma natural ou artificial caracteriza-se pela inclinação em relação ao nível do solo.
Os taludes naturais retratam-se por serem bem acidentados em sua extensão, já os artificiais possuem inclinação destacada e bem geométricas. 

Para esse trabalho de contenção pode ser utilizado desde materiais considerados de baixo custo até aqueles de maior investimento, dependendo do nível de segurança e da necessidade de rigidez da área. 

A preocupação principal é a drenagem. Responsável direto aos maiores fatos ocorridos, a drenagem tem papel de destaque no momento de pesquisa e execução dos trabalhos. Depois de pensado e planejado isso surgem as formas mais básicas utilizando-se desde lona plástica, óleo queimado, grama, pneus usados, solo ensacado e plantação de vegetação com raízes profundas.

Imagem: leegreenberg.wordpress.com/page/2/#jp-carousel-913

Imagem: img.diytrade.com/cdimg/2002256/31263727/0/1354694568/geotextile_bag.jpg 

Existem também alguns métodos com maior investimento devido à necessidade maior de segurança, por exemplo os solos grampeados utilizando tirantes, blocos de concreto e concreto armado.

Imagem: solotrat.com.br 

O desmoronamento ocorre devido as forças aplicadas sobre a região como a força que a água faz ao infiltrar no subsolo, força de empuxo e o próprio peso do solo devido a alguma diferença de material necessitando assim a construção da barreira.
Além disso é necessário e de maior importância, a necessidade de uma rede de drenagem logo que sem ela toda e qualquer construção sobre a região de interesse pode vir a ser destruída e causando até mais estragos que anteriormente. 

Um fato acontecido em 2007 no túnel Rebouças, no Rio de Janeiro nos faz entender que foi feita uma excelente contenção, visto que parte da encosta superior desmoronou mas a estrutura da galeria manteve-se intacta.

Imagem: http://extra.globo.com/noticias/rio/tunel-reboucas-esta-fechado-778013.html

Autor: Blog da Engenharia

COMPARTILHAR