CUTLASS: o novo robô policial consegue desarmar bombas em tempo recorde

O robô Wheelbarrow EOD serviu o exército britânico desde que o Tenente-Coronel Peter Miller usou um para desarmar bombas do IRA em 1972. Mas agora as cerca de 400 unidades espalhadas pelo Reino Unido e pelo mundo estão rapidamente se tornando obsoletas. O Ministério da Defesa britânica já planeja um substituto: um robô que consegue desativar um explosivo quatro vezes mais rápido que o seu antecessor. 

A Northrop Grumman desenvolveu esta plataforma desativadora de explosivos, chamada CUTLASS, para uso das forças de segurança militares e domésticas. Demonstrado inicialmente em 2007, o CUTLASS pode viajar por terrenos duros e suave com velocidades próximas a 12km/h graças à sua plataforma de seis rodas e três eixos, muito melhor do que o antigo Wheelbarrow, que é baseado em um carrinho de mão comprado pelo Tenente-Coronel Miller em uma loja de jardinagem. Além disso, o CUTLASS pode carregar várias ferramentas e sensores para inspecionar o dispositivo suspeito e imediatamente começar a desarmá-lo, em vez de inspecionar, voltar até o operador, ter seu sensor modificado para ferramentas de desarme, e então voltar para o explosivo e realizar o trabalho. 

O recurso mais impressionante do CUTLASS, no entanto, é seu manipulador extremamente hábil. Com três dedos e nove graus de movimentos, o robô pode facilmente trabalhar em espaços confinados e preservar o dispositivo explosivo para investigação forense posterior.

“O CUTLASS vai melhorar consideravelmente a habilidade dos usuários de eliminar explosivos não detonados e dispositivos explosivos improvisados de uma distância segura, e também vai fornecer capacidade de sistemas de informação forense para segurança nacional e resistência”, explica Danny Milligan, CEO do Northrop Grumman. 

O Ministério da Defesa do Reino Unido já encomendou 80 veículos para implantar em operações de combate ao terrorismo ao redor do mundo.

Autor: GizModo

COMPARTILHAR