DAF Variomatic: a louca engenharia dos holandeses

Imagine o seguinte: você está na Holanda em 1959, e quer entrar com sua bem-sucedida fábrica de caminhões no mercado de automóveis de passeio. O carro precisa ser barato e transportar quatro pessoas com conforto e ter espaço para bagagem.

Sem problemas. Mas… e a mecânica? Huub van Doorne, o fundador da DAF e fã do Buick Dynaflow, já tinha uma receita.
Motor de dois cilindros opostos, refrigerado a ar? Confere. Suspensão traseira independente? Confere. Transmissão continuamente variável? Confere. Rodas traseiras movidas por correias de borracha? “Correias de borracha”?
Bem vindo ao incrível mundo da louca e maravilhosa engenharia da DAF.

Este é o sistema de transmissão Variomatic do DAF 33, que inclui as rodas traseiras e a suspensão independente. Cada uma das rodas traseiras tem sua própria homocinética movida a correia. Desta forma a transmissão também funciona como um diferencial auto-bloqueante. 

O sistema foi desenvolvido por Johan van der Brugghen e é tão especial quanto parece, já que marca o início da transmissão contínua variável nos carros. É possível ver os dois pares de polias entre as quais a correia de borracha é instalada. Na posição mostrada na imagem acima, a transmissão estaria em sua marcha mais baixa (ou quase): a polia está pequena no lado do eixo motriz, e grande no lado da roda (como uma bicicleta em marcha leve, lembra?).

Na marcha mais alta seria o contrário: as polias do eixo motriz se aproximariam, forçando a correia para o lado maior, de maior diâmetro de volta. Ao mesmo tempo as polias das homocinéticas se afastariam para fazer a correia girar em um diâmetro de volta menor. 

 

Assim o sistema era operado por fricção, e isso também era seu maior inconveniente: ele produzia um silvo alto durante a mudança das relações, e as correias acabavam com folga depois de algum tempo, podendo patinar ou mesmo saltar da polia. Era muito importante fazer a substituição das correias no período correto para não acabar parando na estrada sem aviso algum.

É fantástico. Preciso muito ter um desses.

Autor: Jalopnik

COMPARTILHAR