FEI desafia estudante a construir ponte apenas com palitos de sorvete

Concurso Travessia, do curso de Engenharia Civil, premiará a ponte mais resistente feita apenas com palitos de sorvete e cola. Atividade exige muita concentração e criatividade 


Um kit com 700 palitos comuns de sorvete e cola, é tudo que as equipes receberam para construir em apenas 4 horas uma ponte capaz de suportar o maior peso possível. Este é o desafio do 2º Concurso Travessia, lançado pelo Centro Universitário da FEI e que será realizado entre os dias 09 e 12 de novembro, no campus São Bernardo. Organizado em todo o mundo entre importantes universidades, o concurso dirigido aos alunos da FEI, este ano foi aberto à participação de estudantes do ensino médio.

Os participantes estão organizados em equipes de até quatro integrantes. As do ensino médio (vale de qualquer ano) competirão na categoria EMC. Já os alunos da FEI serão divididos em duas categorias ABC e PRO. Na ABC participam alunos dos cursos de Ciência da Computação e Administração e 1º e 2º ciclos (básico) de Engenharia. Já a categoria PRO é composta por estudantes do 3º a 10º ciclos de qualquer área de Engenharia.

PONDEMOBILATOR – A competição terá duração de dois dias. No primeiro, as equipes terão quatro horas para construir uma ponte. Cada equipe receberá um kit com 700 palitos, que pesam cerca de 1 kg, com opção de usar mais palitos se quiser. Cada ponte poderá ter até 1,30 m de comprimento, e deverá ter tabuleiro para a travessia de um trem-tipo com carga.

No segundo dia, as pontes serão submetidas a teste de resistência com o Pondemobilator , um aplicador de carga móvel desenvolvido pelo Departamento de Engenharia Civil. O equipamento se desloca sobre a estrutura carregando cargas (anilhas) até a ruptura das pontes construídas pelos estudantes, e o tempo de travessia não pode ultrapassar 30 segundos.

Ao final da competição, as pontes serão também avaliadas por comissão julgadora, formada por professores, para pesagem e verificação inclusive de quesitos como criatividade, projeto técnico e memória de cálculo. A equipe vencedora será aquela que conquistar melhor nota final, ponderadas a resistência e os demais quesitos. A primeira colocada de cada categoria receberá troféu e cada integrante da equipe ganhará um aparelho Ipod. As equipes segunda e terceira colocadas, também receberão troféus. Já a escola do ensino médio vencedora na categoria EMC será premiada com um notebook.

O objetivo do Concurso é agregar conhecimento, desenvolver e estimular novas habilidades nos estudantes, trabalho em equipe, cooperação, entre muitos outros princípios e práticas essenciais para sua formação como estudante e futuro profissional. “Com muita concentração, criatividade e estratégia é possível mostrar que outras habilidades, além das específicas de Engenharia, podem ser usadas para resolver problemas”, afirma o professor Kurt Amann, coordenador do curso de Engenharia Civil da FEI e coordenador do concurso.

Confira a programação: 

09/11
Montagem das Pontes
Das 8h00 às 22h00 – Ginásio de Esportes

10/11
Competição
Das 8h00 às 20h00 – Ginásio de Esportes

12/11
Entrega dos Prêmios
Das 18h30 às 22h00 – Auditório Prédio J

COMPARTILHAR