Obras do PAC serão retomadas pelo Exército em Cuiabá em 2010

As obras do Programa de Aceleração do Crescimento em Cuiabá, paralisadas desde a deflagração da Operação Pacenas, que investiga suposta existência fraude em licitação, serão retomadas. Mas só em 2010. E pelo Exército, através do 9º Batalhão de Engenharia e Construção. O anuncio foi feito nesta terça-feira pelo prefeito de Cuiabá, Wilson Santos. Ele informou ter recebido comunicado oficial do 

Departamento de Engenharia e Construção (DEC) aceitando o “desafio” de tocar o empreendimento, avaliado em R$ 240 milhões. 

O Batalhão de Engenharia vai assumir apenas uma parte das obras. Em nota divulgada nesta terça-feira, a direção do BEC se diz “sensibilizado com as dificuldades que a Prefeitura de Cuiabá vem enfrentando para dar continuidade às obras”, mas que não pode ficar com o conjunto de todo o empreendimento em função do engajamento nas obras rodoviárias do PAC do Governo Federal na BR 163-MT, BR 163-PA e BR 230-PA. 

O Exército assumiu o Lote 01, que envolve os Sub-Sistemas CPA III, CPA-IV, Del Rey, Distrito Industrial e Santa Cruz; produção Belvedere ao Novo Mato Grosso, Nova Esperança ao Distrito Industrual e Santa Cruz I e II. A execução dos serviços, com início em 2010, após o período chuvoso, ficaria sujeita à aprovação do Plano de Trabalho, a ser elaborado ainda no corrente ano. 

“Para que o Batalhão pudesse executar, ainda em 2009, serviços de natureza urgente ou emergencial em Cuiabá, com a qualidade habitual, seria necessário redirecionar parcela significativa de sua força de trabalho, comprometendo a qualidade dos serviços e o cumprimento dos prazos, tendo em vista a exigüidade de tempo para a locação de equipamentos, contratação de mão-de-obra e, ainda, a aquisição de materiais” – informa. “Portanto, o emprego desses meios, para a situação apresentada, no atual quadro, não se configura, no momento, como a solução mais viável”.

Autor: 24 Horas News

COMPARTILHAR