Engenheiro indicado para diretoria da ANTT prevê grande ampliação de investimentos em transportes no país

O engenheiro Mário Rodrigues Júnior foi sabatinado nesta terça-feira (15), durante a reunião da Comissão de Serviços de Infra-Estrutura (CI) que ratificou sua indicação para ocupar uma das diretorias da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Pós-graduado em engenharia de transportes, Mário Rodrigues Júnior disse que nos próximos anos o Brasil terá uma grande ampliação nos investimentos nos diversos seguimentos de transporte, tanto por parte dos governos federal e estaduais quanto da iniciativa privada. 

Ele afirmou que esses investimentos na infra-estrutura de transportes são de extrema importância para sustentar o crescimento econômico brasileiro. Um dos grandes problemas do país, avaliou, é a falta de interligação entre os modais de transporte: ferroviário, rodoviário e hidroviário. 

Para o país dar conta da demanda de recursos para realizar todos os investimentos necessários, disse Mário Rodrigues Júnior, além dos recursos públicos o governo vem aumentando nos últimos anos – e pretende aumentar ainda mais – a participação da iniciativa privada, por meio de concessões, privatizações e das chamadas Parcerias Público-Privadas (PPPs). 

Na área ferroviária, ele exemplificou citando obras da Ferrovia Norte-Sul e PPPs para o projeto do trem-bala entre Rio de Janeiro e São Paulo e uma grande ampliação da malha ferroviária do país. Quanto às rodovias, acrescentou, a expectativa é de concessão, à iniciativa privada, de aproximadamente dois mil quilômetros até 2009. Também serão licitados projetos para recuperação de rodovias no valor de R$ 15 milhões. 

Na opinião de Mário Rodrigues Júnior, além de empreendedor e investidor, o governo federal está passando a assumir os papéis de gestão, planejamento, controle e regulamentação. Ele ressaltou a importância fundamental da ANTT como reguladora e fiscalizadora do setor de transportes terrestres, além de organizadora dos processos licitatórios.

Autor: Agência Senado

COMPARTILHAR