Jirau: máximo de R$91

O governo fixou em R$91 por MW/h o preço máximo da energia a ser gerada pela usina hidrelétrica de Jirau, a segunda do Complexo do Rio Madeira, que será leiloada na primeira quinzena de maio. 

A tarifa é 25,4% inferior ao teto de Santo Antônio (R$122) e apenas 15,4% superior ao lance vencedor, do consórcio liderado por Odebrecht, Andrade Gutierrez e Furnas (R$78,87). Já começam a se formar grupos para disputar Jirau, e a Eletrobrás novamente terá papel decisivo.

Odebrecht e Furnas são as favoritas, mas há rumores de que a Tractebel virá com força. Especialistas consideram o preço de R$91 economicamente viável.

Autor: O Globo

COMPARTILHAR