Edemar de Souza Amorim agradece título de cidadão paulistano

Discurso de agradecimento feito pelo Engenheiro Edemar de Souza Amorim, durante a solenidade que lhe concedeu o Título de Cidadão Paulistano.

Agradecimentos….
…Num domingo, em julho de 1950, enquanto caminhava ao lado de meu pai voltando do estádio do Pacaembu onde assistimos o, infelizmente, futuro campeão mundial de futebol bater de virada o time da Suécia. Começou minha caminhada até o dia de hoje. 

Naquele dia, então com 14 anos, deslumbrado com o movimento, as luzes e a vida de São Paulo, foi plantada a semente da decisão de morar aqui. 

Alguns anos mais tarde, estudante de engenharia, morando com meu irmão, numa esquina do Bexiga, ouvi, com inveja na antiga Radio Pan Americana, hoje, Jovem Pan, o discurso do Presidente Juscelino Kubitschek ao receber o título de cidadão paulistano. Eu já havia adotado esta cidade fantástica e comecei a sonhar com o dia em que ela me adotaria. 

Pois este sonho se concretizou nas mãos do vereador Toninho Paiva, alguém com quem me identifiquei logo no primeiro momento. Ele, como eu, começou de baixo e, pelo trabalho, venceu na Cidade de São Paulo, foi esportista amador, é apaixonado pelo seu Clube de Futebol e incansável em sua dedicação à cidade. 

Meu caro Toninho, mesmo considerando uma pequena discordância nas cores de nossos times de coração, Deus não poderia ter enviado um mensageiro melhor para uma notícia tanto esperada. Obrigado mais uma vez. 

Senhores, posso, neste dia, dizer que aceito este título com muito orgulho, garantindo-lhes tê-lo merecido por ações e decisões que comprovam meu amor por São Paulo, 

Decisões como no dia em que troquei a matrícula no Instituto Tecnológico de Aeronáutica em São José dos Campos, com casa e comida incluídos, pela Escola de Engenharia da Universidade Mackenzie, onde teria de, além de estudar muito para não perder a bolsa de estudos, trabalhar para pagar as contas de casa. 

Ou na ocasião onde deixei um excelente emprego na construção da Ponte Rio Niterói, para não ter de me mudar, com minha família, para o Rio de Janeiro. 

Ações como a participação em diversas obras de infra-estrutura da cidade, pontes, viadutos, canalização de córregos, escolas e tantas outras que, apesar de me orgulhar em nomeá-las, não farei, evitando algumas comparações com o horário eleitoral. 

Mas, a vida não é um campeonato esportivo, onde o título conquistado encerra um ciclo, termina uma jornada e remetendo imediatamente todo o trabalho realizado para o passado, exigindo um novo começo da estaca zero. 

Agora é preciso fazer mais, justificando assim a homenagem recebida. Guardando os louros da vitória, manterei as mangas arregaçadas e o propósito firme de trabalhar diariamente por esta cidade e seus habitantes. 

Esta tem sido minha missão desde que assumi a presidência do Instituto de Engenharia em março deste ano. Não é possível ignorar os graves problemas de São Paulo e sua desesperadora necessidade de cuidados. 

Obras públicas abandonadas, sem qualquer manutenção, oferecendo riscos graves a seus usuários. Problemas que precisam ser debatidos para uma solução adequada. Políticas de gestão que devem ser desenvolvidas, implantadas, acompanhadas e melhoradas para atender as necessidades dos cidadãos. 

Enfim, não há descanso quando ainda resta tanto a fazer e, como forma de honrar e agradecer por esta homenagem, só posso prometer fazer mais do mesmo. 

Dedicando todo meu tempo, meu conhecimento e minha disposição a MINHA cidade e servindo como exemplo do que é ser um verdadeiro Cidadão Paulistano.
Obrigado.

Autor: Edemar de Souza Amorim

COMPARTILHAR