Ferrovias e Hidrovias: dois importantes temas em discussão no Instituto de Engenharia

954

O grupo de estudos liderado pelo Instituto de Engenharia sobre a Ocupação Sustentável do Território Nacional pela Ferrovia Associada ao Agronegócio recebeu, em 7 de fevereiro, Edeon Vaz Ferreira, presidente da Aprosoja Brasil. O objetivo do encontro foi apresentar a proposta cujo sumário executivo foi lançado no final de 2017.

Camil Eid (esq.), ex-presidente do Instituto e um dos idealizadores da proposta de Ocupação Sustentável do Território, com Edeon Vaz Ferreira, presidente da Aprosoja Brasil

Com sede em Brasília, a Associação de Produtores de Soja do Brasil – Aprosoja – é uma entidade representativa constituída de produtores rurais ligados à cultura de soja, com objetivo de unir a classe e valorizá-la. A associação mantém um canal aberto de comunicação com sojicultores brasileiros por meio de entidades estaduais de produtores de soja.

A proposta que o grupo do Instituto de Engenharia vem estudando é de grande interesse para a categoria de sojicultores e esse primeiro encontro terá continuidade.

Na mesma data, operadores e usuários do sistema hidroviário do Cone Sul se reuniram para discutir sugestões e reivindicações, com o propósito de redigir um relatório com melhorias para o sistema e apresentar ao governo.


Cone sul foi tema de discussões

Participaram do do encontro representantes do Porto de Santos, da secretaria de Logística e Transporte do Estado de São Paulo, do Centro de Estudos Avançados de Navegação Interior (Ceani), do Instituto de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Irice), de empresas como Bunge, Cargil, ADM e Hidrovias do Brasil e do Movimento Pró-Logística, que faz parte da Aprosoja Brasil.

Desse encontro, foi criada uma comissão técnica governo/iniciativa privada que se reunirá a cada dois meses.

Autor: Instituto de Engenharia

COMPARTILHAR