Instituto de Engenharia comemora primeiro aniversário da Escola de Construção Naval

Tertúlias Marinheiras reúnem apreciadores da navegação

No dia 7 de outubro, a partir das 11 horas da manhã, na Sede de Campo do Instituto de Engenharia vai acontecer uma palestra, com o tema Construção e manutenção de barcos. Promovida pelo Núcleo Pró Vela, será possível tomar conhecimento das técnicas de construção e manutenção de barcos. Quem quiser, também poderá fazer uma visita técnica à escola. 

Na escola de construção naval da Sede de Campo do Instituto de Engenharia, você pode construir o barco dos seus sonhos em local abrigado e com todas as ferramentas e máquinas necessárias à sua disposição. 

História – A construção naval, inicialmente era só de madeira, técnica que foi posta de lado com o surgimento dos plásticos reforçados com fibra de vidro. Mas ficou a saudade do charme dos barcos de madeira, inclusive pela facilidade de construção amadora, versatilidade e baixo custo. 

A indústria de barcos de fibra buscou baixar custos e hoje associa as vantagens das duas técnicas. As pesquisas mais modernas estão desenvolvendo procedimentos de construção como as de madeira e resina, epóxi e outros compostos. Estas técnicas são ensinadas por Jackson Bergamo na Escola de Construção Naval da Sede de Campo do Instituto de Engenharia. 

Sócios engenheiros, empresários, profissionais liberais, além de ver seus sonhos realizados experimentam horas de lazer e descontração no galpão ao lado da represa. Tudo isto adquirindo conhecimento das tecnologias de ponta. 

Custo – Barco é um hobby caro. É a impressão que temos quando olhamos numa loja ou exposição.
Mas na verdade o maior componente de custo de um barco é a mão de obra.
Quando se constrói o próprio barco, torna-se menos oneroso, com desembolso parcelado. Construir um barco é também uma das mais saudáveis terapias. É indescritível a sensação que se tem no dia da inauguração. 

A Escola – Modesta a principio, mas pelo trabalho sério ali desenvolvido, tem recebido ampla divulgação nas primeiras páginas dos jornais da região. Autoridades têm prestigiado o projeto. Hoje maduro e consolidado, prepara-se para oferecer mais vagas aos associados neste verão. Única no Brasil é motivo de orgulho do Instituto de Engenharia e referencia tecnológica para outros pólos náuticos.

Autor: Bira

COMPARTILHAR