Mulheres que mudaram a engenharia e a ciência: Caroline Herschel

(Foto: Wikimedia/M. F. Tielemanm)

Muitas mulheres precisaram e precisam passar por inúmeras dificuldades para conseguir realizar seus sonhos. No século XVIII, Caroline Herschel precisou “comer o pão que o diabo amassou” para conseguir um lugar na sociedade e mostrar seus talentos na astronomia e na matemática. É por isso que ela faz parte da série sobre mulheres que mudaram a engenharia e a ciência.

Caroline Herschel
Imagem: famousscientistis.org

+ Quem foi Caroline Herschel?

Caroline Lucretia Herschel nasceu em 1750, na Alemanha. Aos 10 anos de idade, ela contraiu tifo e isso afetou seu crescimento. Assim, mesmo quando adulta, não tinha muita altura. Por isso, toda a família acreditava que Caroline Herschel não conseguiria se casar. Então, sua mãe insistiu que ela deveria ser treinada para ser uma governanta. Seu pai, por outro lado, educava ensinava lições para a filha.

Quando o pai de Caroline Herschel faleceu, um dos seus irmãos a convidou para morar com ele na Inglaterra. Isso só foi possível porque ele se comprometeu a pagar os custos de uma funcionária para a mãe. Antes, a responsável pelas tarefas domésticas era Caroline Herschel.

Caroline Herschel
Imagem: revolutionfeministe.wordpress.com

Enquanto seu irmão, William, era músico, Caroline aprendeu a tocar e a cantar. Porém, o interesse do irmão por astronomia cresceu e ela o acompanhou. Caroline Herschel ajudava a observar o céu e a polir os telescópios. Veio então seu interesse por astronomia e ela tornou-se independente do irmão depois de um tempo.

Depois de uma vida cheia de descobertas, ela faleceu em 1848, aos 97 anos.

+ Como Caroline Herschel mudou a engenharia e a ciência?

Caroline Herschel era autodidata em astronomia e também em matemática. Para entender sobre astronomia, ela precisou aprender a matemática e o fez sozinha.

William e Caroline Herschel descobriram, juntos, o planeta Urano. Então, William foi reconhecido no meio científico e nomeado astrônomo do tribunal, o que lhe permitiu estabilidade financeira. Ele não deixou a irmã para trás e a nomeou como sua assistente. Aí, veio seu primeiro feito: ela foi a primeira mulher a ter um cargo no governo. O salário lhe garantiu a independência financeira.

Além disso, foi a primeira mulher a descobrir um cometa. Ela o fez após alguns anos descobrindo nebulosas e estrelas. A pesquisa começou em 1783, junto com o irmão. Mas Caroline Herschel não parou no primeiro cometa. Entre 1789 e 1797, ela descobriu outros sete.

Caroline Herschel
Imagem: en.wikipedia.org

Quando William faleceu, em 1822, Caroline Herschel voltou para a Alemanha. Realmente, nunca se casou. No entanto, dedicou a vida a algo que gostava e que tinha interesse. Além disso, fez descobertas e deixou um legado muito importante para a matemática e para a astronomia.

Ela recebeu uma medalha da Sociedade Real de Astronomia em 1828. Alguns anos depois, foi a primeira mulher a receber um convite para ser parte da sociedade.

É fácil ver a lição que Caroline Herschel nos passa. Na sua época, não casar era algo não muito bem visto pela sociedade, mas ela não se deixou abater por isso. O fato de não ter um marido para sustentá-la não fez de Caroline Herschel menos mulher. Colocando-se como assistente do irmão, enxergou as possibilidades que a astronomia e a matemática lhe ofereciam e conquistou sua independência.

Referências: StarChild NasaInteresting EngineeringBritannica.

Fonte Engenharia 360

COMPARTILHAR